Eles Queriam Pagar A Conta Em Privado, Garçonete Rapidamente Entende Porquê

PUBLICADO EM 08/04/2020
ANÚNCIO

Sinais De Alerta

Para essa garçonete em Connecticut, nada de estranho acontecia durante o trabalho; geralmente era tudo direto ao ponto e tranquilo. Mas, um dia aconteceu algo diferente, quando um grupo de pessoas a puxou para o lado para perguntar algo. Geralmente, esse não é um bom sinal, então Ashley se preparou para o pior. Ela olhava de perto para a conta, e então para o grupo de homens, e então para a conta novamente. Ela não entendia o que eles estavam pedindo, então não sabia como reagir. O grupo de homens ficaram apontando para a parte de trás do restaurante e depois para ela. Ela tentou encontrar o olhar de algum de seus colegas de trabalho, para que pudesse pedir ajuda, mas não viu ninguém na multidão.

Sinais De Alerta

Trabalho Com Serviço

Ashley Latella era garçonete no Seagrape Café, na cidade de Fairfield, em Connecticut, e ela estava trabalhando no turno da noite no dia que o evento aconteceu. A época de festas sempre se provava uma época de muitos clientes no restaurante, e Ashley estava bastante cansada de atender todos os clientes que sentavam para pedir comida. Ela pulava de mesa em mesa, atendendo os clientes e pedindo a comida na cozinha, como em um dia qualquer.

Trabalho Com Serviço

De Mesa A Mesa

Um grupo de homens se aproximou do bar, claramente felizes por estarem passando tempo juntos, e pediram uma rodada de bebidas. Eles tomaram tudo rapidamente e pediram mais. Quando Ashley os viu pelo canto do olho, ela percebeu que eles se moveram do bar para uma mesa em um canto. Carlos Carmo, o gente de Ashley, também pensou que havia algo esquisito sobre o grupo, então os dois passaram a prestar mais atenção no que o grupo fazia.

De Mesa A Mesa

Desconfortável

Quando Ashley se aproximou do grupo para pegar seus pedidos, ela notou que algo estava realmente errado. Eles não queriam pedir comida, e sim mais rodadas de bebidas, uma atrás da outra. Toda vez que ela perguntava se queriam comer, eles se calavam. Eles apenas queriam beber. Ela podia sentir que eles a olhavam enquanto se afastava, e se sentiu desconfortável. Ela estava confusa enquanto os servia, e não foi até a hora de pedir a conta que ela percebeu a intenção deles. O que poderiam querer dela?

Desconfortável

Uma Mesa Selvagem

Ashley trabalhava na área de serviços há algum tempo, e sabia que eram justamente as mesas nas quais se fazia silêncio quando um garçom se aproximava que causavam os maiores escândalos. Tratando-se de uma mesa apenas com homens, sempre havia o risco de que fizessem algo que a deixasse desconfortável. Ela poderia pedir para trocar de mesa com um garçom homem. Infelizmente, trocar de mesa não era uma opção naquela noite, porque estava cheio. Os homens mostrariam quem realmente eram, mas apenas quando estavam prestar a sair.

Uma Mesa Selvagem

Fora Do Lugar

O Seagrape Café era geralmente um lugar onde estudantes se reuniam. O que aqueles barbados faziam ali? Não havia dúvida de que eram os clientes mais velhos. Talvez Ashley apenas tivesse uma boa intuição, mas ela sabia que havia algo errado. Ashley ela tinha experiência com clientes excelentes e terríveis. Alguns eram amigáveis, outros rudes. Mesmo que às vezes ela servisse pessoas que não eram as melhores, ela sempre dava seu melhor para fazer um bom trabalho. Mas, ela nunca teve uma mesa que se recusava a pagar a conta…

Fora Do Lugar

O Começo

Ashley estava muito feliz em finalmente trazer a conta aos clientes daquela mesa para que eles se fossem. Seu turno estava quase acabando, e ela queria ir para a casa e dormir antes de voltar ao trabalho no dia seguinte. Mas, quando ela voltou para recolher o dinheiro ou cartão de crédito para que eles pudessem pagar, ela não podia acreditar no que eles pediram. O que eles queriam que ela fizesse?

O Começo

Provocando-a

Quando Ashleu voltou à mesa, ela percebeu que um dos homens tinha propositalmente seu cotovelo em cima da conta, de modo que Ashley não conseguiria recolher o dinheiro, e quando ela gesticulou para que eles lhe entregassem, ele não o fez. Ela estava assustada naquele ponto, e podia sentir que ele a olhava, até que ela olhou-lhe nos olhos. Ele pegou a conta e levantou-a para um lugar que ela não alcançaria. Por quê eles a estavam provocando daquele jeito?

Provocando-a

Ela Estava Confusa

Ele continuava encarando-a diretamente nos olhos, enquanto empurrava sua cadeira mais para longe dela, enquanto seus amigos agiam exatamente da mesma maneira. Quando os três homens se levantaram precisamente ao mesmo tempo, o homem que segurava a conta virou a cabeça para o lado, apontando para a porta do restaurante. Ashley se sentiu extremamente confusa ao perceber que eles estavam pedindo que ela os seguisse para fora do restaurante, pela porta.

Ela Estava Confusa

Ela Estava Assustada!

Ela não sabia o que estava acontecendo, mas sabia que não gostava. Ela levantou suas mãos, em rendição ao jogo que eles jogavam com ela, mas os homens não entregaram a conta. Um dos homens tentou se aproximar e sussurar algo em seu ouvido, mas havia muito barulho e ela não podia escutar. Ele repetiu, mas ela não entendia. Depois da terceira tentativa, ela o escutou em alto em bom som, e seu corpo congelou. Por que ele pediria para pagar a conta privadamente? Ela não sabia o que fazer.

Ela Estava Assustada!

Suas Suspeitas Não Eram Das Melhores

Seu coração estava acelerado e mil possibilidades passavam por sua cabeça. Ela tentou localizar seu gerente, mas não teve sucesso. Não havia nenhum motivo lógico pelo qual esse homem gostaria de levá-la para fora do restaurante para pagar a conta. Se fosse devido a uma queixa em relação ao seu trabalho, ela preferia que fosse dito de uma vez, sem mais segredos. Qual seria a razão deles para ter esse comportamento?

Suas Suspeitas Não Eram Das Melhores

Ela Estava Confusa Sobre Como Prosseguir

A verdade verdadeira era que Ashley já estava acostumada a ter clientes tentano flertar com ela; afinal de contas, não era nenhum segredo que ela era uma mulher bonita. Ela não podia negar que o homem segurando a conta também era bonito, mas apesar disso, ela se recusava a sentir qualquer coisa que não fosse medo naquele momento. Se havia algo que ela sabia com toda a certeza, era que não havia a menor chance de ela ir para o lado de fora do restaurante com qualquer um desses homens.

Ela Estava Confusa Sobre Como Prosseguir

Pedindo Ajuda

Finalmente, Carlos percebeu o medo nos olhos de Ashley enquanto ela interagia com os homens. Ele parou o que estava fazendo para correr e ajudá-la. Ashley sentiu uma grande onda de alívio ao saber que não precisaria mais lidar com os homens e que Carlos estava ao lado dela. Ele tinha um mau pressentimento a respeito dos homens assim que eles entraram no restaurante, e quando Ashley explicou-lhe a situação, ele lhe disse para respirar fundo e que ele lidaria com o problema.

Pedindo Ajuda

Assumindo O Comando

Ele tentou não deixar sua mente assumir o pior a respeito do grupo de homens, e tentou pensar que talvez eles estivessem apenas insatisfeitos com a qualidade do serviço que tinham recebido; ele realmente apenas esperava que eles não fossem armar um grande escândalo no restaurante. Tanto Carlos quanto Ashley se sentiram extremamente tensos e inquietos a respeito de todo o ocorrido, e decidiram ir ao quarto dos funcionários juntos.

Assumindo O Comando

Privacidade

O quarto dos funcionários era bem mais silencioso, então finalmente todos podiam se escutar. Os homens rapidamente confirmaram as suspeitas de Ashley de ele eles a estavam olhando durante a noite. Mas também disseram algo que ela não esperava: eles podiam notar que ela estava muito ocupada e ficaram impressionados com seus esforços.  Quando Carlos escutou isso, ele sentiu um peso saindo de cima de suas costas. Quando os homens entregaram a conta nas mãos de Ashley, os dois quase desmaiaram ao ver o que estava escrito.

Privacidade

A Reação Inicial

Eles haviam deixado uma grande gorjeta! Deixaram 500 dólares, em uma conta que valia 112 dólares. Era inacreditável. Foi intencional ou um tipo de acidente? Ela agradeceu, mas eles pediram que ela prestasse mais atenção… e então ela ficou em completo choque. “tinha outro zero,” ela revelou em uma entrevista. Carlos estava sem palavras e Ashley começou a chorar. Eles não tinham deixado 500 e sim 5000 dólares! O que eles estavam pensando? Ashley não podia fazer nada que não fosse dar um grande abraço em todos.

A Reação Inicial

Gorjetas Para Jesus

Como esses homens tinham cinco mil dólares para dar de gorjeta? O que o serviço do Seagrape Café tinha de especial? Os homens explicaram a Ashley e Carlos que eles faziam parte de uma organização que se chama “Gorjetas para Jesus.” O slogan do grupo era “o trabalho do Senhor, uma gorjeta por vez. Para a surpresa de Ashley, isso acontecia regularmente. Christofer Nardelli, dono de um restaurante em Washington, D.C. há quatro anos, disse que um homem que vive por perto vem algumas vezes por mês.

Gorjetas Para Jesus

A Comida Especial

De vez em quando, James Turner, o chefe de um restaurante, gostava de mandar emails para os clientes da lista de emails par avisá-los sobre pratos especiais e quais bebidas deveriam acompanhar a refeição. Na verdade, haviam um cliente regular que vinha tanto, que James decidiu mandar um email para ele apenas, para que o cliente soubesse o que viria a seguir. Ele queria se assegurar de que sua comida favorita estivesse pronta para ele quando ele viesse ao restaurate.

A Comida Especial

Pagando A Conta

Quando uma mesa cheia de senhores terminou de comer e beber, eles pagarm sua conta e se foram, como sempre. Ninguém percebeu que havia algo fora do normal até que os clientes já estivessem bem longe. A bartender Laura Dally foi até a mesa para pegar a conta, e advinha só: o cliente que vinha tanto deixou uma excelente gorjeta! Ele sempre deixava boas goorjetas mas dessa vez Laura ficou em choque, parada ao lado da mesa e encarando a conta, sem saber o que fazer.

Pagando A Conta

Era A Primeira Vez

Laura viu a conta quando o restaurante já estava sendo limpo e fechando aos poucos, e ela surtou quando viu a conta. Ela sabia que tinha que avisar ao dono do restaurante, Chris, imediatamente. Ele ficou em choque ao ver a gorjeta do cliente regular. Ele tinha deixado dois mil dólares de gorgeja, para uma conta de 93 dólares! “eu estava completamente chocada,” ela disse. “sem palavras. Tive que olhar duas vezes.” Laura procurou Chris e disse, “precisamos conversar.”

Era A Primeira Vez

Completamente Chocados

No escritório, ela mostrou a conta. “eu não sabia o que dizer,” Chris disse. “esse não é o tipo de coisa que acontece aqui,” ele continuou, “Sempre pensamos: quem são essas pessoas dão gorjetas enormes que salvam o dia de alguém? De repente, aconteceu conosco.” Ao lado do local aonde estava escrito o valor da gorjeta, estavam instruções para comer dividir o dinheiro. James deveria ganhar mil dólares, enquanto Laura e Chris deveriam ganhar quinhentos dólares cada. Era incrível, mas por que ele queria deixar uma gorjeta dessa magnitude?

Completamente Chocados

Muito Obrigado!

Na manhã seguinte, Chris, o dono do restaurante, mandou um email ao cliente especial, no qual ele expressava sua gratidão claramente, não apenas pela gorjeta, mas por ser um cliente fiel. “Ele disse que estava feliz com o local que tínhamos construído e que estava orgulhoso de ser nosso cliente,” Chris disse alegremente. O cliente também disse que, “Fico muito feliz por ser capaz de expressar minha gratidão dessa maneira.”

Muito Obrigado!

O Plano

Os empregados do local tinham excelentes planos para usar o dinheiro extra que haviam ganhado. Chris usaria o dinheiro para facilitar o pagamento da creche de sua filha, e James queria fazer o mesmo.Laura, de 29 anos de idade, vinda de Silver Spring, no estado de Maryland disse que queria usar o dinheiro para pagar a mensalidade para uma classe de verão na Montgomery College, onde ela estuda atualmente Terapia Ocupacional.

O Plano

A Primeira Vez

“É muito lisonjeiro,” Chris disse. “É bom ver que alguém aprecia o que fazemos e está disposto a nos dar algo dessa magnitude pelo nosso trabalho. É difícil acreditar que qualquer um mereça uma gorjeta assim.”. Na mesma entrevista, Laura disse que trabalhou em restaurantes como bartender ou garçonte por 10 anos e que nunca havia visto algo assim.“Nunca! Nunca havia ganhado uma gorjeta assim. Nunca.” Tinha uma simples nota na conta dizendo: “Obrigado pelo Gumbo!”

A Primeira Vez

Dando De Volta

Para a surpresa de Ashley, ela descobriu que haviam homens assim que viajavam pelo país dando gorjetas assim. Os homens haviam dado onze mil e quinhentos dólares em Manhattan. As histórias desses homens se espalhavam pelas redes sociais e diversas pessoas compartilhavam suas experiências. Ashley não sabia como gastar o dinheiro, mas sabia que tinha que ser de uma maneira generosa. Ela entrou em uma loja de briquedors e doou muitos brinquedos para uma ONG. Ela pensou que se alguém a havia ajudado, então ela deveria ajudar também! Que lindo!

Dando De Volta

ANÚNCIO